sexta-feira, 2 de setembro de 2011

GLICÍDIOS REDUTORES II

Olá.


Após diversos testes e algumas decepções, conseguimos realizar a prática de laboratório para analisar quantitativamente os glicídios redutores em glicose de uma amostra, a próxima etapa será analisar uma amostra de mel e também tentaremos analisar uma amostra de glicose de milho obtida e doada por um aluno.


Abaixo estão as fotos realizadas durante o último teste.



2,5g de sulfato de cobre pentaidratado em
um copo de béquer de 400mL contendo
100mL de água e uma barra
magnética para agitação.

Efervescência durante a adição de 44g de
sal de frutas contendo 2,30g de bicarbonato de
sódio, 0,50g de carbonato de sódio e 2,20g de
ácido cítrico em cada 5,00g do sal de frutas



Solução após a dissolução e eferverscência
completa do sal de frutas.

Durante a dissolução de 4,00g de hidróxido de sódio

Após a dissolução do hidróxido de sódio

Diluição final para 200,00mL

25,00mL de reagente diluído com 100mL de
água e em aquecimento

Após o início da ebulição adicionou-se, com o
auxílio da bureta, 12,75mL de solução de glicose
a 0,500%. Esta foto apresenta o precipitado
vermelho de óxido de cobre (I) após a titulação,
a titulação é encerrada quando a coloração azul
desaparece por completo

A esquerda quando adiciona-se mais glicose do
que o necessário durante a titulação, a solução
fica amarelada. Ao centro a titulação realizada
corretamente. A direita o que acontece quando
há pouco citrato em solução, após um pequeno
aquecimento, antes da titulação, forma-se um
precipitado preto de óxido de cobre (I).

O procedimento para esta prática de laboratório encontra-se no link a seguir:


Determinação de glicídios redutores em glicose


Até mais.
Prof. Chico.


Um comentário:

  1. Vamor repetir este procedimento nesta semana na aula de QA. Obrigado Chico.

    ResponderExcluir